Postagens Recentes

24 de julho de 2016

Resenha | Espírito de Porco - Diego Velleno

Título: Espírito de Porco
Autor: Diego Velleno
Editora: Multifoco
Selo: Redondeza Contos

Páginas: 96
Ano: 2016

*Livro cedido em parceria com o autor

Sinopse: Esta coletânea reúne 55 textos que te farão conhecer um pouco mais sobre o amor e a sujeira que todo indivíduo traz no coração. A fé que se tornou doença e a beleza que existe somente nos olhos dos cegos. Todos os aspectos da vida triturados e aguardando digestão. Uma obra genuína sobre a melancolia e o desespero."Um rapaz feio que partiu sem conhecer o toque apaixonado de outra pele. Hoje ele está aqui. Aliás, hoje ele está em todo lugar. Sujo, incompreendido e sozinho. Alguns o chamam de energia negativa. Outros, de mal agouro. Todavia, o Espírito de Porco não passa de um filho esquecido que ainda aguarda um enterro decente para sua mãe." Venha e se entregue ao Espírito de Porco!

"Espírito de Porco" é uma coletânea de textos escritos por Diego Velleno com prefácio de uma velha conhecida aqui do blog: a escritora Ludmila Clio. Quando recebi o livro do autor para resenha, fiquei na expectativa para começar a lê-lo, pois o livro foi lançado no semestre passado, e não sabia o que esperar da obra, uma vez que as únicas informações que tinha eram as contidas na sinopse juntamente com uma primeira análise da capa. Felizmente, embora tenha achado o livro um pouco "pesado", gostei dos escritos do autor.

De modo geral, as poesias presentes no livro apresentam um tom melancólico, pessimista, e me arrisco a dizer que, em algumas delas, existe traços de pessoalidade, fatos da vida do próprio autor ou de seu mundo interior, como se ele estivesse expressando seus sentimentos mais profundos. O "Eu poético", ou "Eu lírico", dessas poesias descrevem situações que retratam o mundo através da melancolia, de não pertencer ao mundo que está inserido. Além disso, percebe-se na obra uma crítica ao próprio ser humano, "a sujeira que todo indivíduo traz no coração".


É importante ressaltar que o Diego Velleno é admirador do período conhecido como Mal do Século - Segunda Geração Romântica ou Ultrarromantismo no Brasil - que teve como principal representante o poeta Álvares de Azevedo. Os autores dessa geração tiveram como influência o poeta Lord Byron que é representante do romantismo britânico. Tanto Álvares como Byron inspiram bastante a obra do Diego. Características desses autores e do mal do século como paisagens sombrias, fuga da realidade e uma visão trágica da existência humana são bem notórias nesta coletânea.


A edição do livro é bem simples, mas possui algumas ilustrações, ao lado de algumas poesias, que gostei bastante.

Em suma, Espírito de Porco é um livro forte onde o autor vai tocar em assuntos delicados, como a pedofilia, que podem incomodar algumas pessoas. Recomendo esse livro aos leitores que não têm medo de entregar-se ao Espírito de Porco, que não têm medo de deixar-se tocar pelas palavras do Velleno.

Até o próximo post, combinado?

26 comentários:

  1. Não curto muito livros assim, mas ficou ótima a resenha. Bjos!

    BLOG LITERÁRIO 2

    ResponderExcluir
  2. Oi, Sávio!
    Fiquei super interessada por esse livro por conta da capa e do título. Achei bem chamativos.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  3. Olá Sávio, tudo bem contigo ???
    Estava bem ansiosa para ler a resenha de Espírito de Porco, se fosse olhar só pela capa do livro, confesso que não me arriscaria a lê-lo. Mas, após ler sua resenha e conhecer um pouco mais do que a obra realmente trata, arrisco dizer que daria uma chance para o livro sim.
    Gosto de tentar fugir um pouco do normal, de conhecer obras que muitas vezes não entrariam em nossas listas de leitura, por esse motivo, leria o livro. Não tenho certeza, ainda, se ele faz o meu estilo, mas é por isso que precisamos tentar né ?! ^^

    Beijinhos
    Hear the Bells

    ResponderExcluir
  4. Muito boa sua resenha, todavia admito que não me chamou muito atenção essa leitura. Talvez por não ser o gênero que mais leio, mas ainda assim parece ser bem interessante!

    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Sávio.
    Amo poesia e como não poderia deixar de ser, esse é mais um pra minha lista. Adorei a resenha!
    Beijos!
    Borboletas de Papel | Fanpage

    ResponderExcluir
  6. Apesar de não ser o meu estilo, parece ser um livro bom mesmo bem profundo, né?!
    Um beijão,
    Gabi do likegabs.blogspot.com ♡

    ResponderExcluir
  7. Oi Sávio!
    Dessa vez o livro não me despertou interesse, parece ser muito forte mesmo. Só a capa já choca.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  8. Olá! Como vai?
    Uau, essa resenha me deixou de boca aberta.
    Logo no começo pude perceber uma influencia do Mal do Século, essas obras mais pessimistas e tal. Mesmo sendo um livro bem denso e tratando de assuntos pesados, parece-me uma leitura interessante e bem reflexiva.
    Parabéns!

    Abraços!

    -Ricardo, Lapso de Leitura

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem?
    Essa capa me deixa .... não sei a palavra certa a usar, então vou dizer incomodada :(
    Mas gosto que o autor aborde temas pesados. Gosto de encontrar isso na literatura. Essas críticas e tudo o mais. Mas não gosto de poesias, então esse é um ponto que me faz não querer ler a obra. mas para quem gosta, acho que é muito bom, apesar dos temas pesados. A gente precisa refletir sobre esses vários assuntos :)
    Beijooos
    https://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá! Gosto de livros de poesias, mas creio que eu me encaixaria no grupo que tem medo de se entregar ao Espírito de Porco rs

    Beijinhos,

    Beatriz - Blog Escrevendo Mundos

    ResponderExcluir
  11. Não sou muito de ler poesias, mas admiro o gênero..
    achei a capa do livro bem forte e impactante.. com certeza os textos devem carregar isso também.
    Parabéns pela resenha, conseguiu abordar bem o que achou da leitura, gostei :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  12. Adoro obras que puxam para o lado dessa fase da segunda geração do romantismo brasileiro. Apesar de não ser lá muito romântico, essa aura mais sombria e melancólica me agrada.
    Talvez eu dê uma chance ao livro no futuro.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de julho. Serão quatro livros e dois vencedores!

    ResponderExcluir
  13. bom dia!
    tudo bem? :D
    Achei essa capa bem impactante e a diagramação bem bacana.
    Interessante esta proposta de tratar assuntos delicados em texto. O gostoso é que a literatura tem espaço para isso.

    SIGA BIO-LIVROS | Página | Produtos Natura | Magazine Você

    ResponderExcluir
  14. Esse com certeza é um livro perfeito pra sair da zona de conforto e enfrentar certas realidades vistas de um ponto pesado, negativo. Nem tudo são flores, não é? Sem dúvidas, uma leitura super válida, fiquei bem curiosa pra conferir, fora essas ilustrações que devem ressaltar o que é apresentado nos textos.

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Que livro hein!
    https://pedagogaliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Eu estou muito ansiosa para ler esse livro do Diego! Eu acho que nunca li algo tão forte. Já notei pelas resenhas e comentários sobre ele que terei de ter o coração (e o estômago) fortes para suportar a leitura. Mas tenho certeza que valerá a pena.
    Gostei da sua resenha, Sávio. Bem clara e objetiva!
    Abraços!
    Tamara

    Blog Tamaravilhosamente

    ResponderExcluir
  17. Li uma outra resenha sobre esse livro há umas duas semanas.
    Acho a proposta interessante e acho a acidez e até essa pegada mais pesada bem interessantes, mas não sei se leria o livro no momento, pois não é algo com o qual estou familiarizada.
    Mas não descarto uma leitura futura! ;)

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
  18. Não faz muito meu estilo livros assim mas a resenha ficou ótima !! Adorei
    beijos
    wonderbookss.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Ooiii Sávio

    Não sou muito de ler coletâneas com histórias curtas, geralmente não conseguem me prender a atenção tanto assim. No momento com tantos pendentes para ler, acho que não leria, porém, futuramente, quem sabe né?
    Achei a capa bastante diferente, meio brutal mas ao mesmo tempo reflete bem o que o livro traz

    Beijos

    http://unbloglitteraire.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Eu gosto muito do Alvares de Azevedo, mas por ter uma tema bem forte, vou esperar um momento mais apropriado para ler!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  21. Oi, Sávio!
    Como assim eu não conhecia esse livro ainda?
    ]Cara a sinopse de cara me chamou a atenção. E sim, parece um tanto pesada a história, mas se é pra falar da sujeira que existe em todo ser mortal é precisa colocar pelo avesso mesmo e isso se torna pesado demais.

    Gostei muita da influência dos autores do "mal do século" porque é um período sobre o qual também adoro.

    Quero ler, viu! Anotado aqui.

    Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Adorei a elaboração da sua resenha! A capa do livro é maravilhosa!!

    https://oceanosdeideias.blogspot.com.br/2016/08/resenha-confissoes-de-uma-garota.html

    ResponderExcluir
  23. Oi, Sávio! Tudo bem? Adorei a resenha! A capa e a edição do livro são ótimas. Só não sei se ia curtir essa vibe polêmica e pesada da obra...

    Abraço

    https://tonylucasblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  24. Sávio, gosto de obras fortes assim.
    Marcantes e que faz o leitor refletir sobre as coisas.
    Fiquei bem curiosa.

    Beijos,
    Naty
    http://www.revelandosentimentos.com.br - Escolha o livro do Top comentarista e participe.

    ResponderExcluir
  25. É um livro que realmente está fora da minha zona de conforto, mas fiquei curiosa pra ler :) Adorei a resenha! <3


    Beijo!

    Cami.


    www.delamila.com

    ResponderExcluir
  26. Oi,

    Achei bem legal o livro, apesar de achar essa capa bem sinistra, porém remete ao que é abordado. Sua resenha está incrivel!

    Abraços!

    http://blogmichaelvasconcelos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir